Você conhece todos os tipos de mdf?

Você com certeza deve conhecer o "Medium Density Fiberboard", o MDF. Muitas vezes nossas mesas e móveis de baixo custo, são feitos com esse material, mas o que o torna tão versátil e procurado para os projetos em madeira?



O MDF nada mais é que as fibras selecionadas de uma tora de madeira (normalmente são usadas toras de Pinus ou Eucalipto, devido suas fibras ideais), trituradas e misturadas com cola, e depois prensadas, dando assim o formato da chapa como conhecemos. Mas um dos diferenciais do MDF está em um dos últimos procedimentos pelos quais a chapa passa, o nivelamento, que transforma a chapa em um dos materiais disponíveis no mercado com as menores diferenças de nível ao longo de sua extensão.


TIPOS DE MDF


Basicamente existem 4 tipos diferentes de MDF disponíveis no mercado, desde o comum, que é mais barato e mais comum de ser encontrado, até o super ultra, que já se trata de um material mais caro devido algumas propriedades que possui como a resistência a água.


MDF COMUM e REVESTIDO


O MDF Comum e o Revestido, não tem grandes diferenças entre si. Na realidade eles são o mesmíssimo material, apenas com uma diferença de acabamento. Em sua forma natural, o MDF Cru é super sensível à água, ou seja, basta a umidade do ambiente para que ele se degrade visivelmente rápido. Porém, assim como ele absorve muito facilmente a água, a mesma coisa acontece para as pinturas, então quando se trata de laqueamento ou verniz, o MDF Cru reage super bem, facilitando o trabalho e evitando esforços repetitivos para alcançar o resultado desejado de início.

Já o MDF Revestido, passa pelo mesmo problema de contato com a água, porém com um diferencial quando o comparamos com o MDF Cru: o revestimento. O revestimento normalmente é como uma camada de plástico que cobre a frente e o verso da chapa, ou seja, pode trazer até mesmo o aspecto de madeiras maciças dependendo do modelo de material escolhido, e por conta dessa camada, ele aceita mais o contato com a água, afinal, o líquido não vai entrar em suas fibras e fazer o material inchar, ele vai parar no plástico, impedindo que o material sofra degradações rápidas e que comprometam o seu projeto.


Mas é sempre bom frisar que apesar do revestimento, ou da pintura, o lado de dentro do MDF sempre será da cor comum do MDF, exceto em casos de MDFs especiais, como os Valchromat, que possuem pigmentos inseridos durante a produção do material, ou seja, a fibra já é colorido, logo, se cortarmos o material, o lado de dentro terá a exata mesma cor que possui do lado de fora. Apesar de muito bonito e de em muitos projetos ser uma ideia interessante, o MDF colorido pode elevar e muito o preço do seu produto final e também dos custos de produção. Já a diferença de preço entre um MDF Cru e um Revestido, já não é tão grande a ponto de interferir tanto nos custos do projeto, afinal, o MDF comum, se passar por qualquer tratamento de acabamento, pode acabar ficando com o valor equivalente ou até mais caro que o MDF Revestido, por isso, pense bem antes de iniciar o projeto.


MDF ULTRA e SUPER ULTRA


O MDF Ultra, por sua vez, possui uma cor esverdeada, muito diferente do MDF Comum, porém a sua diferença maior é a resistência a água. Ele não chega a ser impermeável, mas não vão ser algumas gotas de água ou a umidade do ar que irão deformá-lo ou deixá-lo estragado, porém o preço também já se eleva, quando comparamos com o MDF Comum.

Quando se trata de materiais impermeáveis, o MDF Super Ultra é a solução. Ele é realmente impermeável e inclusive, algumas empresas chegam a dar garantias de que o produtos funciona por anos embaixo da água resistindo e cumprindo a sua função. E diferente do Ultra que muito se difere do MDF Comum quando falamos da cor do material, o Super Ultra é o mais parecido com o MDF mais barato. Além do benefício de ser impermeável, outro fator que deve ser colocado na balança do projeto é o preço do material. O Super Ultra pode chegar a custar o mesmo preço de um acrílico, ou seja, dependendo do projeto, apesar de a ideia ser realmente de um produto "externo" e que tenha contato com Sol e chuva diariamente, pode ser mais interessante alterar o projeto do que aumentar os gastos, consequentemente o preço de venda e no fim perder o público que se desejava alcançar.

Quer saber mais sobre o mundo da produção digital? Siga-nos no Instagram e fique pode dentro de tudo o que rolar aqui na PD Studio! @pdstudio.com.br

Posts recentes

Ver tudo
Inscreva-se
Receba todas as novidades e promoções

CONTATO

contato@pdstudio.com.br

R. França Pinto, 83, Vila Mariana, São Paulo, SP

+55 11 5083 2808

Segunda a Sexta 9h - 18h

  • Instagram
  • YouTube

SERVIÇOS

TRABALHOS

© 2020 - PD Studio Arquitetura & Design LTDA - CNPJ: 29.800.301/0001-81